fbpx
Áudio On

Áudio On

Desde 1993 a Áudio On transforma vidas através da reabilitação auditiva e ainda, oferece testes gratuitos de Aparelhos Auditivos e acompanhamento vitalício.

Perda autivida e Demência

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Você sabia que a perda de audição pode aumentar o risco para demência?

 

De acordo com estudos realizados pelo Instituto Locomotiva em conjunto com a Semana da Acessibilidade Surda (Instituto Locomotiva a partir da PNS 2013 e PNAD 2017) há mais de 10 milhões de pessoas com deficiência auditiva no Brasil, atingindo homens e mulheres de todas as idades, mas especialmente os mais velhos.
Quantas pessoas conhecemos que apresentam dificuldades para escutar a televisão, ou para compreender a fala da outra pessoa quando está em um ambiente com muito barulho, ou até mesmo com a queixa de que escuta e, não entende? Estas pessoas podem apresentar alguma deficiência auditiva e faz-se necessário uma intervenção imediata para diminuir o risco para outras doenças.

Ouvir vai muito além de apenas escutar o som com as orelhas, sendo que para localizar uma fonte sonora, perceber sons, discriminar e compreender uma informação sonora é necessário que o Sistema Auditivo esteja íntegro e trabalhando em sincronia. A audição seria como os ouvidos conversem com o cérebro e como o cérebro compreende o que os ouvidos lhe contam (MUSIEK 1988).
Segundo um estudo australiano (FORD et. al.,2018) a perda auditiva já na meia idade pode estar associada ao aumento do risco de demência e com intervenção precoce isto pode ser mudado. Devido a perda de audição, o individuo deixa de receber estímulos auditivos como barulho do vento, de folhagens, passos de outras pessoas, vozes e consequentemente o cérebro também deixa de receber estes estímulos podendo desenvolver ou agravar algum tipo de demência.
O uso de aparelhos auditivos auxilia na recuperação das habilidades auditivas, estimulando o sistema auditivo e assim também diminuindo o risco para demência.

Devemos explicar aos familiares e amigos que, atualmente, os aparelhos auditivos possuem uma excelente tecnologia e cada pessoa necessita de uma regulagem, ajustes específicos para que volte a escutar sons que com a perda auditiva não são capazes de ouvir e que a falta de estimulação sonora pode acarretar em problemas cognitivos, como de memória, atenção, raciocínio.
Portanto, se você conhece alguém ou se você apresenta algum tipo de dificuldade auditiva consulte seu médico otorrinolaringologista e o fonoaudiólogo para uma avaliação e assim buscar uma solução imediata.

 

Referências Bibliográficas
Ford AH, Hankey GJ, Yeap BB, Golledge J, Flicker L, Almeida OP. Hearing loss and the risk of dementia in later life. Maturitas. 2018 Jun;112:1-11. doi: 10.1016/j.maturitas.2018.03.004. Epub 2018 Mar 13. PMID: 29704910. MUSIEK, F. E.; GOLLEGLY, K. M. Maturational considerations in the neuroauditory evaluation of children. In: BESS, H. Hearing impairment in children. Maryland: York Press, 1988. cap. 15, p. 231-250.

 

Anna Caroline Silva de Oliveira
Fonoaudióloga e Mestre em Fonoaudiologia
CRFa 2 – 19952

Leia mais na Áudio On

Você sabe o que é Aclimatização?

A percepção do som apresenta-se alterada na presença da perda auditiva. A perda auditiva faz os sons agudos se tornarem imperceptíveis e

Perda auditiva no idoso

Grande parte da população idosa é acometida pela perda auditiva. A deficiência auditiva causada em decorrência ao processo de envelhecimento é chamada/denominada

Agende uma Demonstração gratuita

Experimente a melhor solução em Aparelhos Auditivos na Áudio On. Nós vamos te ajudar em todo o processo. Preencha o formulário e entraremos em contato. *É necessário comparecer com a indicação médica do Aparelho Auditivo.

Ligaremos para você!

Experimente sem custo vários aparelhos auditivos. Preencha o formulário e entraremos em contato com você.